Tenho ações de uma empresa, sou sócio dela?

Hoje, a porcentagem de pessoas que compra ações de uma empresa no Brasil é baixa, mas vem crescendo cada vez mais. Dessa maneira, o mercado de ações tem se mostrando cada vez mais flexível, já que permite investimento com pouco dinheiro.

Assim sendo, surge uma dúvida muito frequente, que é saber se quanto você compra ações de uma empresa, se torna sócio dela. Sendo que, várias pessoas tem muito medo de acabar perdendo o seu patrimônio particular, já que se torna um sócio.

Entretanto, essa sociedade é de um tipo especial, ou seja, se a empresa obtiver lucro, você ganha dividendos dela. Contudo, se ela não obtiver lucro, você não receberá, mas também não perderá patrimônio pessoal, só a ação irá desvalorizar.

O que são ações?

As ações de uma empresa são pequenos pedaços da mesma, ou seja, comprando uma delas, você adquire parte do seu capital. Sendo assim, quando essa empresa obter lucro, ela irá dividir entre as pessoas que tem ações dela, pagando dividendos.

Sendo assim, você se torna também, parte dessa empresa e depende muito do seu mercado para ganhar mais dinheiro. Entretanto, existem pessoas que comprar ações somente para vendê-las com valor maior, ganhando somente com a sua valorização.

Porém, outras pessoas compram ações para nunca mais vendê-las, sendo assim, recebem dividendos delas o resto da vida. Dessa forma, existem diferentes maneiras de ganhar dinheiro com um mesmo tipo de investimento, comprando ações de uma empresa.

Por fim, uma ação pode te permitir acesso a algumas vantagens dentro daquela empresa, contudo, de forma limitada. Sendo assim, é importante saber qual tipo de ação você está comprando, sabendo dessa forma o seu tipo de acesso naquela empresa.

Comprei ações de uma empresa, sou sócio dela ou acionista?

Essa é uma dúvida recorrente entre as pessoas que investem no mercado de ações, se ele é sócio ou acionista da empresa. Sendo que, em teoria, você é sócio dela, já que investiu na empresa por meio da compra de ações da mesma.

Entretanto, para facilitar o entendimento e até mesmo controlar o medo das pessoas, costumam chamar de acionistas. Isso, pois as pessoas que compram ações de uma empresa não podem perder seu patrimônio pessoal se ela acabar falindo.

Sendo que, o conceito de sociedade é que, quando uma pessoa se torna sócio, se a empresa falir, ele poderá perder seu patrimônio. Dessa forma, o patrimônio pessoal do sócio será utilizado para pagar dívidas que restaram da empresa e pagar até mesmo os funcionários.

Dessa maneira, as pessoas que compram ações de uma empresa são chamadas de acionistas, ou seja, detêm parte dela. Assim sendo, quando ela obtém lucro, o acionista recebe parte disso, que é pago por meio dos dividendos.

Um acionista só recebe da empresa por meio de dividendos?

Como já foi dito anteriormente, os acionistas de uma empresa recebem dividendos da mesma quando ela obtém lucro. Entretanto, essa não é a única forma que os acionistas recebem dinheiro de uma empresa, a qual ele realizou um investimento.

Sendo que, outra forma de renda para os acionistas é os juros sobre capital próprio, que é baseado também nos lucros da empresa. Sendo que, os juros não podem ultrapassar 50% do lucro líquido do período e nem 50% dos lucros acumulados.

Entretanto, não são todas as empresas que pagam esses juros sobre capital próprio, pois esse valor sai do bolso delas. Sendo assim, essa forma de remuneração é restrita a somente algumas empresas, já que ela não é obrigada a pagar essas quantias.

Além do mais, outra forma de remuneração é através das próprias ações, quando uma empresa paga dividendos te dando mais cotas. Ou seja, ela te dá uma porcentagem maior da própria empresa, sendo que, no futuro receberá mais dividendo, já que tem mais ações.

Tenho ações da empresa, quais meus direitos dentro dela?

Por fim, agora que você já sabe que é um acionista daquela empresa, precisa saber quais os seus direitos dentro dela. Isso, porque é necessário estar atento para as decisões que você pode ou não ajudar a tomar dentro daquela empresa.

Sendo assim, os direitos que um acionista tem dentro da empresa são divididos entre essenciais e os modificáveis. Dessa maneira, existem algumas diferentes que são definidas pelo número de ações que você tem e até mesmo pelo tipo de empresa que ela é.

Os direitos essenciais de uma acionista são os básicos, ou seja, participação nos lucros, direito de fiscalização e participação nos ativos. Sendo assim, são mais fáceis de serem compreendidos, pois, como já foi dito anteriormente, eles são básicos.

Já os direitos modificáveis são aqueles que podem ser diferenciados por cada classe de ação, sendo mais restritivas as pessoas. Dessa forma, agora que você já entende sobre o mercado de ações, chegou a hora de aportar e vem o seu patrimônio crescer cada vez mais.

Estudante de Ciência e Tecnologia na UFRGS - Universidade Federal do RS, apaixonada por inovações tecnológicas, mistérios da ciência, bem como filmes e séries de ficção científica.
Veja também
taxa selic
O que fazer com os investimentos após a terceira alta da Taxa Selic?

A terceira alta da Taxa Selic apresenta uma impressão de que investir na poupança pode ser uma boa oportunidade. Entretanto, mesmo com essa alta de 0,75% na taxa de juros, a terceira do ano, a poupança continua sendo um péssimo rendimento. Isso se deve ao fato de que você pode ganhar em valor, contudo seu […]

dividendos de ações
O que fazer para receber mais dividendos das ações?

Quando falamos sobre ganhar dinheiro com renda passiva, receber dividendos das ações é uma dessas formas, contudo, para isso é necessário um estudo. Além do mais, investir em ações é um tipo de investimento de renda variável, ou seja, não te garante nenhum retorno. Dessa maneira, investir em ações pode parecer um bicho de sete […]

Banco do Brasil anuncia distribuição histórica: Pagamento de quase R$ 1 bilhão este mês!

A antecipação do pagamento pelo Banco do Brasil, prevista para ocorrer antes do encerramento do ano, trará grande satisfação a um grupo específico. Descubra mais detalhes!

O que é LCI? Onde e como investir

Nos dias atuais muito se fala sobre LCI, mas o que é isso? Essa sigla representa Letra de Crédito Imobiliário. Sendo que, LCI é um título de crédito de renda fixa, muito usado como instrumento de captação de fundos de investimentos. Esse tipo de crédito é muito utilizado por instituições financeiras e tem como lastro […]

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.